Raquel destaca necessidade de incentivos para a caprinovinocultura e produção de derivados de leite em Afrânio 

A pré-candidata a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), voltou ao Sertão do São Francisco, nesta quarta-feira (22). Recebida pelo pré-candidato a deputado federal, Guilherme Coelho, a tucana iniciou a agenda visitando o município de Afrânio. Na cidade, a ex-prefeita de Caruaru conheceu a feira livre Mestre Alexandre e a Cooperativa de Produção Agropecuária de Afrânio.

Na feira, Raquel conversou com criadores, comerciantes e compradores de ovinos e caprinos. O diálogo apontou as carências e necessidades da região. “É preciso investir nas vocações de cada parte do estado. O que é comercializado aqui é distribuído não só para Pernambuco, mas para o Piauí, Alagoas, Ceará, dentre outros estados do Nordeste”, destacou a pré-candidata.

A falta d’água para a caprinovinocultura foi um dos pontos levantados durante a passagem da postulante na feira. “A cidade fica cerca de 20 dias sem abastecimento d’água. Quando chove, tenho uma barragem que me ajuda, mas, quando não, tenho que desembolsar R$ 150 para um caminhão-pipa. Hoje, consigo comercializar 50 animais, no máximo. Com água, poderia vender quatro vezes mais”, desabafou o criador Jarbas Gomes.

Cada feira, que funciona sempre nas quartas-feiras, cerca de 1.500 animais são comercializados e a movimentação financeira é de, aproximadamente, R$ 500 mil. “É notória a falta de incentivos, tanto financeiro quanto técnico. O Governo do Estado não facilita em nada para os produtores. A escassez de água é o principal gargalo que precisa ser resolvido para expandir a produção e garantir mais geração de emprego e renda”, defendeu Raquel.

Na Cooperativa de Produção Agropecuária de Afrânio (Cooafra), a presidente estadual do PSDB foi recebida pelo presidente da entidade, Dosinho. O município é conhecido por ter o melhor doce de leite de Pernambuco. “Nossos produtos, derivados do leite, são fabricados aqui, mas queremos produzir e vender mais, ser conhecido e reconhecido nacionalmente. Os nossos produtos são de qualidade, mas, hoje, só conseguimos chegar em Petrolina. Precisamos de incentivos, de tecnologia. O que conseguimos de melhorias aqui também vai refletir no povo, na geração de emprego e renda”, enfatizou.

A Cooafra possui mais de 300 cooperados. Por mês, a cooperativa transforma cerca de sete mil litros de leite em diversos produtos. Cada mil litros equivale a 100 kg de produção.

CULTURA E TURISMO – Ainda em Afrânio, Raquel Lyra foi conhecer o povoado de Caboclo. O local conta com uma população de, aproximadamente, 600 pessoas e surpreende pela sua simplicidade e beleza natural e histórica. Logo na entrada do povoado fica instalado o Museu Pai Chico, um espaço comandado pelo arquiteto Cosme Cavalcanti e criado para contar e preservar a história do local. “Nesses 20 anos que estamos em funcionamento, nunca tivemos qualquer ajuda do Governo do Estado”, desabafou.

Para a pré-candidata, o município do Sertão é mais um que merece ser inserido no roteiro turístico do estado. “Temos riquezas incríveis por todo o estado e que os próprios pernambucanos não conhecem. Afrânio e Caboclo sao exemplos. Precisamos incentivar e dar voz a esses lugares. Quem conhece, se apaixona”, finalizou Raquel.

Acompanharam a agenda o vice-prefeito de Afrânio, Cloves; os pré-candidatos a deputado estadual, Gabriel Menezes e Allan Maux; o vereador de Petrolina, Ronaldo Silva; o ex-vereador de Afranio, Vavá, e o esposo da pré-candidata a deputada estadual Lucinha Mota, Sandro Romildo.

Artigos relacionados

1 pensou em “Raquel destaca necessidade de incentivos para a caprinovinocultura e produção de derivados de leite em Afrânio ”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar